Cláudia Torres



Cláudia Torres, instrumentista de orquestra, professora e empresária nasceu na bela cidade do Porto em 1987.

Aos doze anos de idade ingressou na Escola Profissional Artística do Vale do Ave onde iniciou os seus estudos musicais na classe de Fagote do professor Paulo Martins, tendo-lhe sido atribuído o prémio Dra. Manuela Carvalho fruto de elevada distinção.

É diplomada em fagote pelo ISEIT também na classe do prof. Paulo Martins e mestrada em Ensino da Musica na Universidade de Aveiro com o prof. Rui Lopes.
Participou em Masterclasses com diversos fagotistas conceituados, dos quais se destacam: Bertrand Raloux, Gunter Pfitzenmaier, Henning Trog, Hugues Kestmann, Pierre Olivier Martens, Erkki Suomalainen entre outros.

Teve a oportunidade de trabalhar com diversos maestros quer nacionais quer internacionais e colaborou com diversas orquestras portuguesas, sendo atualmente  1º Fagote Solista na Orquestra Filarmonia das Beiras.

Dedica também parte da sua carreira profissional ao ensino de Fagote, tendo contribuído para que alguns dos seus alunos se destacassem nos mais variados concursos bem como em orquestras de jovens nacionais, ibéricas e, mais recentemente, europeias.  Atualmente é professora nas Academias de Música de Castelo de Paiva, Santa Maria da Feira, Vilar do  Paraíso e na Escola de Música de Perosinho.

Foi também professora convidada para orientar diversos Masterclasses bem como para lecionar no Mestrado em Ensino da Música do ISEIT.

É membro da GDA tendo gravado com diversas orquestras nacionais bem como com diversos artistas do panorama musical nacional, entre os quais:    Miguel Araújo, Tiago Nacarato, César Mourão, Virgem Suta, etc.

Desenvolve também projetos empresariais na área da hotelaria e restauração.