Projeto Erasmus+ Ka1 Classical Rap

Descrição do projeto

O projeto “Classical Rap” põe em evidência um conflito entre duas visões diferentes do mundo e adota um título que faz “chocar” dois conceitos quase contraditórios, numa analogia do que acontece ao nível do ensino de música. Para além de pretender “cativar”, pela sua estranheza e aparente incoerência, o título tem como intenção ser uma imagem clara da problemática do projeto. Apesar de “Rap” ser normalmente associado a uma cultura urbana, jovem e irreverente, ao contrário do que é “clássico”, neste projeto pretende ser também associado ao termo Rapsódia, uma forma musical “clássica” que se caracteriza por incluir numa mesma forma musical uma miscelânea de temas (normalmente de caráter popular) que, à partida, não nada têm de comum entre si mas que acabam por constituir uma unidade formal coerente… é isso que se pretende com a articulação entre o “clássico” e todas as outras linguagens musicais mais “populares”.

Este projeto pretende ser a segunda etapa de um processo interno de mudança que foi iniciado com um projeto Erasmus+ Ka1 anterior, um projeto que andava “à procura” de caminhos possíveis para uma mudança de paradigma ao nível das práticas. Este projeto pretende ser mais concreto nos seus resultados, uma vez que identificou uma das áreas que, de acordo com a avaliação dos professores, mais potencial de impacto positivo tem: a das linguagens musicais alternativas à linguagem “erudita” (ou “clássica”). Um dos objetivos principais é a tentativa de avaliar de que forma uma abordagem mais “abrangente” no que diz respeito às linguagens musicais utilizadas em sala de aula poderá contribuir para uma “aproximação” entre a prática musical do professor e os interesses musicais dos alunos, incrementando a sua motivação e maior implicação para o estudo e, consequentemente, para um melhor desenvolvimento técnico-musical.

Indo muito para além das atividades de mobilidade, o projeto pretende uma verdadeira implicação de toda a comunidade, não apenas pelo desenvolvimento e participação em projetos piloto com alunos, mas também pela verdadeira integração do projeto no quotidiano da escola e nas discussões no âmbito de todos os órgãos de gestão internos. Em paralelo, criar-se-á um dispositivo de avaliação do impacto na motivação e implicação dos alunos para a aprendizagem de música, sendo este um fator essencial a ter em conta para uma eventual proposta de reformulação do currículo existente na escola.

Data: 31-12-2018

Responsável: EMPerosinho

Área:

Fotos do projeto

De momento não existem fotos associadas a este projeto.

Documentos do projeto

Este projeto não tem documentos associados.